Contexto Histórico Regional

Conhecido desde o século XVI, o bairro do Cambuci fica na zona central da cidade. Seu nome vem de uma árvore, conhecida pela alta qualidade de sua madeira e por seus frutos, matéria-prima de doces e aguardente. Em meados de 1900, o local era a entrada de São Paulo para quem vinha do interior. Os viajantes passavam pelo Córrego de Lavapés, justamente para lavar os pés e descansar. Hoje, Lavapés é uma das ruas mais conhecidas da capital. O córrego era considerado a divisa entre a cidade e a zona rural. 

O bairro surgiu oficialmente apenas em 1906, momento em que as ruas foram criadas e os terrenos loteados, já que antes disso, o local era apenas passagem para o centro, sendo ocupado por fazendas e plantações. 

Nas décadas seguintes, acompanhando a industrialização do país, toda a região, serviu para a instalação de diversas fábricas, como a Companhia Antarctica Paulista, hoje chamada de Ambev S.A., da qual a Fundação Antonio e Helena Zerrenner (FAHZ) é uma de suas acionistas, o que atraiu grande massa de trabalhadores imigrantes, especialmente italianos e sírio-libaneses, a viverem no bairro, caracterizando-o até hoje.